GRUPO DE DANÇAS FOLCLÓRICAS ITALIANAS STELLA D’ITÁLIA

 
A história do Grupo de Danças Folclóricas Italianas Stella D’Itália surgiu a partir da iniciativa da professora de Educação Física, Nádia Simonaggio Ferret, que no ano de 1993 apresentou o primeiro projeto para formação do grupo ao CECAR (Centro Cultural e Artístico) do município de Garibaldi. No entanto, algumas ações ocorreram antes dessa data, como por exemplo a participação da professora Nádia em alguns cursos e atividades relacionadas, que aconteceram em Serafina Corrêa/RS. Nesta oportunidade, foram apresentadas algumas danças folclóricas italianas, seus históricos, passos típicos, costumes, dialeto e características do folclore italiano.
Os primeiros ensaios foram realizados no salão comunitário do bairro Cairú, em Garibaldi/RS, e contou com um número significativo de integrantes. A inspiração para o nome do Grupo surgiu da sugestão de uma integrante, Cláudia Missiaggia Monegat, em homenagem à Società Italiana di Mutuo Socorro Stella D’Itália que acolhia os imigrantes recém-chegados aqui no Brasil, e teve sua sede no prédio onde hoje tem as instalações do Museu Municipal de Garibaldi/RS. Os primeiros trajes foram confeccionados através de parceria entre o Poder Público Municipal e o investimento dos próprios integrantes. A escolha dos modelos dos trajes se deu por meio do curso em que a Professora Nádia participou. Tão logo feitos os trajes, surgiram as primeiras apresentações.
Desde 1993, ano em que iniciou as atividades, o Grupo de Danças Stella D’Itália vem participando e se envolvendo em diversas ações e eventos relacionados à cultura. As primeiras apresentações que surgiram foram em eventos do município de Garibaldi. A partir do segundo semestre de 1994 foram surgindo convites para que o Grupo se apresentasse em municípios vizinhos. Desde então, todos os anos o Grupo realiza diversas apresentações em outros municípios, mas também sempre participa de eventos locais.
Alguns anos após o surgimento do grupo de danças, em meados de 1995, surgiu o Grupo de Cantoria Stella D’Itália, a partir do interesse de alguns dançarinos no canto italiano. Por alguns anos, os dois grupos – cantoria e dança, participavam das mesmas apresentações, inúmeras vezes dividindo o palco, fazendo um espetáculo único de dança e canto.
Entretanto, os eventos para a dança e a cantoria foram ficando diversificados. Então, por volta de 2004, houve a separação das atividades, criando-se um estatuto próprio para o grupo de cantoria, e mantendo-se o estatuto do grupo de danças, registrando-se as duas atividades, cada qual com suas características. Poderiam ser destacadas várias apresentações em que o grupo se fez presente, ora como espetáculo/apresentação principal, ora como participante com outros grupos. No entanto, para não cometer nenhum lapso, reservamo-nos a descrever aqui que o Grupo de Danças Stella D’Itália já se apresentou em mais de 150 municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, além de ter participado de transmissões televisivas ao vivo para todo o Brasil, realizado participações em reportagens televisivas e também participações em telenovelas. Em todas as apresentações sempre buscou-se apresentar a dança e as características da cultura italiana com o máximo de fidelidade, aos passos típicos, encenações, vestimentas, enfim, tudo o que representa hoje o folclore italiano.
No ano 2005, a partir de um trabalho voluntário realizado junto ao FAC (Fraterno Auxílio Cristão) do Bairro São Francisco, surgiu o Grupo de Danças Juvenil, onde seus participantes, aproximadamente 10 adolescentes, tinham todos entre 12 e 17 anos, fato este que iniciou uma nova característica do grupo: a divisão em categorias em função da faixa etária. No ano seguinte, em 2006, surgiu o Grupo Master, carinhosamente assim chamado pelos integrantes dos grupos juvenil e adulto. O Grupo Master surgiu a partir do interesse de algumas pessoas que assistiam as apresentações e os ensaios e sentiam vontade de dançar e participar ativamente do grupo também, foi então que teve origem e inicialmente era composto por 8 integrantes. Em 2008, também por iniciativa própria, surgiu o Grupo Infantil, o qual contou inicialmente com 20 crianças de 06 a 11 anos. As crianças assistiam os ensaios e ficavam ao fundo tentando imitar alguns passos, e então começaram a pedir se podiam dançar também.
Até a presente data, o Grupo de Danças já contabilizou a passagem de mais de 400 pessoas, que participaram ativamente do Grupo e que ajudaram a construir essa linda história de doação e amor pela Cultura Italiana. O repertório do grupo é composto por aproximadamente 50 danças folclóricas italianas, de diversas regiões da Itália (Trento, Vêneto, Sicilia, Sardenha, Fruili, Nápolis, dentre outras). Constantemente os integrantes do grupo se atualizam por meio de seminários e cursos de dança italiana, sempre através de entidades que possuem credibilidade no trabalho. O principal objetivo da dança folclórica é contextualização da cultura italiana presente em nosso Estado, bem como reviver determinados momentos e costumes.
O figurino do Grupo hoje é composto pelos trajes da Sicília e do Trento, confeccionados entre os anos de 1994 e 1995, também ainda temos em condições de uso o traje da Campanha, confeccionado alguns anos mais tarde. E os dois últimos trajes confeccionados, o da Região do Vêneto confeccionado em 2008 e o da Região do Trento, confeccionado em 2015. Os primeiros trajes foram confeccionados em parceria – Poder Público Municipal e Integrantes do Grupo, os mesmos dividiram despesas com matéria prima e mão de obra. Os trajes mais recentes foram patrocinados, parcial ou totalmente, pelo Poder Público Municipal, através de Projetos Culturais.
Ainda, como atividade cultural, o grupo organizou oito edições, a contar do ano 2000, um evento intitulado “Encontro de Etnias”, que tinha por principal objetivo reunir em uma só noite vários grupos/escolas/companhias de danças, de todos os estilos. Este evento era aberto à comunidade local, com entrada franca. O evento ocorria de dois em dois anos, geralmente, e em 2015 teve sua oitava e última edição. Foram eventos muito importantes e significativos para a cultura local. No ano de 2020 o Grupo irá organizar a nona edição desse evento, no dia 07 de novembro.
Avaliando a necessidade de movimentar a cultura local, especialmente as atividades e ações que têm relações com a dança, no ano de 2016 o Grupo de Danças Stella D’Itália organizou o Primeiro Concurso de Danças do município de Garibaldi, sendo que este evento se repetiu dois anos depois, em 2018, com a sua segunda edição. O principal objetivo quando da criação deste concurso foi a visibilidade da dança e dos dançarinos, especialmente os garibaldenses. Com inscrições gratuitas e entrada gratuita no dia do evento, mobilizou a participação de centenas de pessoas.
Nesses 26 anos de existência do Grupo de Dança Stella D'Itália, muitas pessoas passaram pelo grupo, muitas pessoas dançaram, muitas pessoas estenderam a mão e ajudaram em organizar espetáculos e eventos. Portanto, fica claro que o objetivo do grupo não é só ganhar visibilidade e reconhecimento, mas incentivar crianças, jovens e adultos para fazer parte dessa história e juntos levar o nome da cidade e um pouco da cultura italiana para outros municípios do estado.
Muitas foram as crianças, adolescentes, adultos e idosos que já fizeram parte da história do Grupo de Danças Stella D’Itália. Muitos ainda estão ajudando a escrever esta história. Sem o apoio, e financiamento, por parte do Poder Público Municipal, sabemos que seria inviável realizar estas ações culturais. Muitas seriam as pessoas que nunca teriam tido acesso a atividades culturais. Aqui reconhecemos a importância que o Poder Público exerceu na vida de centenas de pessoas que já participaram, ou participam do Grupo de Danças Stella D’Itália pois assim podemos observar que a cultura é valorizada e respeitada por várias pessoas.
O Grupo de Dança Stella D'Itália preza pelo bem estar, pelo aprendizado e isso faz com que muitas pessoas se interessem em fazer parte do Grupo, pois, além de danças, praticar exercícios físicos, o grupo também transmite para seus integrantes um pouco da história dos imigrantes italianos que passaram pela cidade e isso faz com que as pessoas valorizem mais a cultura italiana.
É bom salientar que em nosso município existem muitos projetos sociais, de financiamento público e privado, que desenvolvem atividades desta relevância para a sociedade. Os mesmos ocupam um tempo ocioso, que, caso não fossem estas atividades, muitas crianças e adolescentes trilhariam por outros caminhos. As atividades culturais são relevantes neste aspecto, pois, ao mesmo tempo em que os participantes praticam atividade física, aprendem valores que levarão para a vida toda.
E, mais uma vez pensando na cultura e em todos os benefícios que provém de suas ações, os integrantes atuais do Grupo de Danças Stella D’Itália promoveram, em parceria com os palestrantes, Lucas Alievi, Odir Ângelo Canzi e Patrick Juliano Zancanarro e com a APEME, e tendo como apoiador o Poder Público Municipal de Garibaldi, o Primeiro Seminário de História, Cultura e Folclore Italiano no Brasil e na Região Sul. Este evento caracterizou-se como um momento para aprofundamento e discussões dessas questões tão pertinentes.
A constituição do Grupo atualmente se dá em três categorias:
• Infantil, contemplando crianças com idades entre 4 e 10 anos de idade, com aproximadamente 15 integrantes;
• Juvenil, contemplando crianças e adolescentes com idades entre 11 e 14 anos de idade, com aproximadamente 12 integrantes;
• Adulto, contemplando adolescentes e adultos a partir de 15 anos de idade, com aproximadamente 16 integrantes;
• Além dos dançarinos, o grupo possui um grupo de pessoas apoiadoras das atividades, constituídas pelos pais, cônjuges e afins, que acompanham, apoiam e auxiliam nas ações realizadas.
No ano de 2020 o Grupo de Danças Stella D’Itália se filiou à Associação Folk La Sereníssima com o intuito de se aprofundar cada vez mais com as questões do folclore, especialmente o italiano. Além de identificar e conhecer outros grupos de danças folclóricas italianas, analisar o trabalho desenvolvido, trocar ideias, fazer amizades e enriquecer cada vez mais o folclore italiano no Brasil. Desde sua fundação até a atualidade, o Grupo de Danças Stella D’Itália sempre prezou e sempre buscará realizar suas ações análogo às origens e costumes trazidos e mantidos pelos imigrantes, assim como também, correlativo ao que se tem e se conhece atualmente como folclore italiano na sua essência.